Notícias | Notícia
Voltar à listagem
“Com o opAS, os estudantes do P. PORTO têm um poder muito especial em mãos: a capacidade de decisão”

“Com o opAS, os estudantes do P. PORTO têm um poder muito especial em mãos: a capacidade de decisão”

“O Orçamento Participativo da Acção Social (opAS) de 2017 foi uma iniciativa excecional que possibilitou o envolvimento de toda a comunidade e, sobretudo, a aproximação as políticas de ação social destinadas ao P. PORTO. Era algo que, de facto, não existia.

Anteriormente, os estudantes nem sequer colocavam a questão de poder participar neste tipo de decisões institucionais, usufruindo daquilo que lhes é dado, sem refletirem ou pensarem no que está mal. Acredito que hoje, a comunidade se sente mais envolvida e está consciente de que poderá desenvolver qualquer projeto, no âmbito da ação social, capaz de impulsionar a própria instituição e melhorar o percurso académico dos estudantes do P. PORTO.

Com o opAS, os estudantes do P. PORTO têm um poder muito especial em mãos: a capacidade de decisão, algo que não acontece com outras instituições.

Para esta nova edição de 2018, acho que estão criadas as condições para um aumento significativo da participação dos estudantes para que, tal como aconteceu com execução do SAS.Form – projeto vencedor do opAS 2017 – os estudantes P. PORTO possam beneficiar de iniciativas incríveis.

Como estudante, vejo este projeto como um instrumento totalmente inovador que consegue aproximar-nos dos processos de decisão política e aumentar o poder da nossa voz. Basta definir uma meta e traçar o melhor caminho para lá chegar: o opAS poderá ajudar. Por isso volto a apelar à participação de todos!”

João Videira, Presidente da FAP

15/03/2018